Lailson Santos / Sectur Ilhabela

Ilhabela Bird Week oferece dezenas de atividades entre oficinas, cursos, palestras, passarinhadas, atividades educativas e uma série de lives com participantes nacionais e internacionais.

O evento tem como sede principal a Faz. Engenho D’Agua em Ilhabela, onde acontece a parte presencial dentro dos protocolos de segurança sanitária. Também estão programadas passarinhadas em pequenos grupos pelas trilhas de Ilhabela e saídas embarcadas. 

Completa a programação uma série de atividades virtuais, com lives, oficinas, mini-cursos atividades artístico-culturais. A programação será transmitida ao vivo e permanecerá disponível livremente nos canais Turismo Ilhabela e  AvistarConecta 

como participar

Como participar!

Ilhabela Bird Week acontece de forma híbrida: presencial e online. 

As atividades presenciais estão sediadas na Fazenda Engenho D'Agua - veja aqui o mapa 

As atividades online serão transmitidas pelos canais Turismo IlhabelaAvistarConecta no Youtube e os links de transmissão ao vivo estarão disponíveis aqui no linktree do evento

As passarinhadas ocorrem em diferentes trilhas da ilha, consulte aqui a relação de pontos de encontro para todas as saídas. 

Novas datas - 20 a 24 de outubro de 2021

convidados
(a confirmar em nova data)

Kacau Oliveira

baiana, cresceu em Itacaré. Pós graduada em Gestão Estratégica de Pessoas é apaixonada por fotografia de natureza. Há 12 anos é fotógrafa de aves e vem se especializando na técnica de fotografá-las em voo. É autora do Livro “Aves de Resende”, curadora de exposições fotográficas. Colaborou com artigo científico e palestra sobre fotografia de aves para a UERJ, é colaboradora do laboratório de representação científica da UFRJ. Participou do Festival de Aves de Itacaré e foi homenageada no Festival de Aves de Paraty. Ela já teve suas fotos selecionadas pela National Geographic com destaque na sua página online.

Vitor Marigo

Vitor Marigo é fotógrafo freelancer. Tem seu trabalho voltado para a fotografia de natureza e esportes radicais. Produz imagens para livros e banco de dados, além de trabalhar para publicações voltadas para viagens, como a Travel e a Lonely Planet. Também dá aula e cursos de fotografia. “Faço as minhas expedições, dou aula, divulgo artigos de vez em quando, já escrevi alguns artigos para Fotografe Melhor, para a revista ambiental do Senac, para algumas coisas assim. O que eu mais faço mesmo é criar as minhas próprias expedições e clicar as coisas que eu ainda quero clicar, às vezes parece que eu olho assim para o Brasil, parece como um álbum de figurinha e eu quero ir preenchendo as figurinhas que faltam. Tem alguns lugares que eu ainda não visitei, e estava planejando visitar, que ainda visitarei e por aí vai”,Desde que Vitor Marigo se entende por gente, reconhece a Mata Atlântica como sua casa. Carioca, filho do famoso fotógrafo de natureza, Luiz Cláudio Marigo, falecido em 2014, Vitor passou a infância viajando o país com o pai, mas tendo o estado do Rio de Janeiro como o lugar que mais visitou. 

Juliana Rechetelo

Juliana Rechetelo. Bióloga, professora e mãe, não necessariamente nessa ordem e, dependendo do dia, sou mais uma do que as outras. Graduei em Ciências Biológicas pela UFPR com um projeto em um manguezal do litoral do Paraná. Gostei tanto que dei continuidade nesse projeto no mestrado, em Sistemas Costeiros e Oceânicos, também pela UFPR. Durante o mestrado estagiei no laboratório de ornitologia e auxilie em diversos projetos com aves marinhas e estuarinas. Após o mestrado, quis diversificar minhas experiências, fui trabalhar na Amazônia com passeriformes, no Pantanal com psitacídeos, e depois em floresta de coníferas no Arizona. Meu doutorado, em Ciências Ambientais pela James Cook University, fiz com uma ave ameaçada endêmica da savana australiana. Atualmente ensino biologia e sou mãe da Alice, mas não vejo a hora de ir pro manguezal de novo.

Evarist March Sarlat

Etnobotânico, guia, formador especializado em capacitacão de guias de natureza, com ênfase em técnicas de interpretação do patrimônio natural e cultural.E Realizado mais de vinte cursos intensivos en Europa e América latina (Colombia, Chile e Perú) em entornos naturais diversos: clima mediterrâneo, montanha atlântica, selva tropicais diversas (Amazonia y Llanos orientales Colombianos), áreas de clima frio pre-antártico (Patagonia Chilena), alta montanha andina (Perú).

Lili Fialho

Formada em Rádio e Televisão pela Faculdade Belas Artes (2009), é apaixonada por ouvir e contar histórias, o que se reflete em seus trabalhos documentais: Privilégios da série “Quebrando o Tabu” (GNT/2019) e com a diretora Katia Lund, dirigiu uma série de cinco documentários sobre projetos sociais que transformaram comunidades no Rio de Janeiro (2016). Tem formação em teatro pela oficina Nilton Travesso (2008) somam-se os mais de 10 anos como assistente de direção nas maiores produtoras de cinema, televisão e publicidade do país. E entre seus trabalhos mais recentes como diretora se destacam: Google For Startups e para a Netflix.

Desenvolve o projeto ARACAE Meu Eu passarinho. Uma forma de se reconectar com a natureza com as aves e com a essência Caiçara. Lili nasceu e morou por muito tempo no Sertão de Camburi, Litoral Norte de São Paulo.

Carlos Dutra

Natural de Ilhabela SP Guia de birdwatching em Angra dos Reis RJ. criador do COA-ANGRADOS REIS, proprietário da empresa BIRDS ANGRA birdwatching e Brigadista da BMA/AR . Desde 2013 atuando na divulgação da atividade e do grande potencial da cidade para o birdwatching, mostrando a todos a riqueza de nossa avifauna local, para disseminar conhecimento e assim, proteger e preservar essa maravilha como um todo e portanto: Observar é preciso!

Irmãos Mello

Os irmãos Daniel e Gabriel Mello realizam atividades ligadas à fotografia de natureza e observação de aves desde 2007, quando iniciaram suas observações na região da Serra dos Órgãos/RJ. Em 2015 publicaram seu primeiro livro, o guia de campo "Aves da Serra dos Órgãos e adjacências". Após a repercussão bastante positiva da obra no Brasil e no exterior, inciaram a produção de um segundo e mais abrangente trabalho, o livro "Aves do Sudeste do Brasil - Guia de Identificação", finalizado e publicado em 2020.

Ana Luiza Camargo Catalano

Doutora em Ecologia e Recursos Naturais pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar; Mestre em Zoologia (2015) pela UNESP (Instituto de Biociências) campus de Botucatu; Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências de Bauru (2012). Desenvolve pesquisas na área de Ornitologia, com ênfase em Ecologia de Comunidades e Bioacústica.

Vilma Oliveira

Monitora Ambiental, Condutora de visitantes - Observação de Aves, Consultora e Coordenadora de projetos
Monitora ambiental desde 2010, atuando especialmente na atividade de observação de aves, devidamente cadastrada junto a unidade de conservação - Parque Estadual de Ilhabela - PEIb e Secretaria de turismo - Sectur. Ao longo dos últimos anos contribuiu e contribui com destaque na Educação ambiental por meio de atividades socioambientais e educacionais junto as escolas que integram a rede de ensino do Municipio, Coordenadora de orientadores e Condutora de visitantes em Ilhabela.

Edu Franco

Biólogo, guia de turismo, especialista em comportamento animal e MBA em administração de projetos ambientais. Desde a 2005 trabalha com fauna e em 2010 começou a fazer seus primeiros roteiros de observação e fotografia de vida silvestre. Em 2015 criou a agência de turismo receptivo Minas Nature Turismo e Fotografia de Natureza e desde então recebe e conduz turistas de todo o mundo. Edu também atuou como Diretor da ECOAVIS e coordena atividades e eventos relacionados a divulgação e formação, como os projetos #vempassarinharMG, Avistar Conecta e Avistar Minas.  Edu é apaixonado pelas serras e tem o Espinhaço como sua segunda casa.

Paula Arantes

Paula Arantes tem larga experiência em turismo sustentável em consultoria para ONGs, governos e setor privado, com foco em conservação ambiental e educação. Ela é graduada em hotelaria, pós-graduada em turismo ambiental no Brasil e bolsista do LEAD. Paula é reconhecida como uma meticulosa organizadora de passeios, líder, consultora de ecoturismo e planejadora de eventos. Suas estratégias sustentáveis ​​e de ecoturismo têm beneficiado reservas privadas, ONGs (como SOS Mata Atlantica, World Wildlife Fund, Conservation International, Rainforest Alliance, Floresta Viva + outros), incorporadores imobiliários e governos municipais. Nos últimos 10 anos, ela administrou o Fórum Interamericano de Turismo Sustentável

Mariana Inglez

Mariana Inglez é bióloga, mestra em ciências biológicas (com ênfase em genética e biologia evolutiva) e atualmente doutoranda pelo Laboratório de Arqueologia e Antropologia Ambiental e Evolutiva (IB-USP). Especialista em bioantropologia e biologia humana, atuou em contextos arqueológicos e forenses e hoje se dedica a compreender o processo de transição de dieta em comunidades tradicionais da Amazônia a partir de uma abordagem biocultural. Atentar para os aspectos biológicos e socioculturais que impactam a saúde e qualidade de vida humana fazem parte de seus interesses de estudo.Pratica birdwatching por lazer.

Cleide Toledo

Cleide Toledo – Artesã há 40 anos trabalhando com a palha de taboa. Aprendeu a técnica com seu marido Manoel Baptista Neto que foi um grande mestre. Começou a trabalhar com ele na Praça da República (SP) e fez teste para tirar a carteira de artesã. Também tem carteira Sutaco e Sicab. Seu trabalho é reconhecido nacional e internacionalmente. Encabeçou um movimento Pró-Sutaco e conseguiram nessa negociação a formalização do Conselho do Artesanato Paulista. Há algum tempo está também na produção do artista Rolando Boldrin como coordenadora do Artesanato Sustentável que é um projeto da Patrícia Maia Boldrin. É curadora do cenário do programa Sr.Brasil na TV Cultura. Seu trabalho mais recente está junto a Associação Estadual do Artesãos onde assumiu a presidência.

Edinho

Edson dos Santos, Nasceu em 1961 e por ser leonino ama a liberdade e a natureza. Em 1974 começou a fotografar, sempre focando os pássaros e borboletas. Acredita que na vida existem ciclos e e na sua de 5 em 5 anos acontece uma mudança, isso é muito necessário para que sigamos em frente.  Já foi pescador, mergulhador, paisagista, guia turístico e agora vive agora a fase de escritor e observador de aves. Fotógrafo de natureza.

Tati Pongiluppi

Bióloga, mestra em Biodiversidade em Unidades de Conservação e guia de observação de aves da Brazil Birding Experts pelo Sudeste e Nordeste do Brasil. Trabalhou na SAVE Brasil onde desenvolveu ecoordenou projetos na área de biologia da conservação. 

Fernando Moraes

Fernando Moraes 30 anos caiçara nasceu em Ilhabela, monitor ambiental em Ilhabela, guia de turismo de aventura e guia de observação de aves. Um dos fundadores do COA Ilhabela junto com Sidinei Barbosa Lima e Vilma de Oliveira. Fotógrafo amador de natureza, influenciado por um observador mergulhou de cabeça na prática da observação, apaixonado pela mata atlântica e sua biodiversidade encontrou nas aves mais uma paixão, se dedica a observação e tem contribuído com muitos registros pra cidade, membro da Associação de Guias e Monitores de Ilhabela.

Sidney Barbosa Lima

Caiçara e mateiro, Sidney é um experiente guia de observação de aves. Também conduz visitantes em passeios ecoturísticos e de contemplação de natureza. Com seus filhos Matheus e Pedro Souza, documentaram com a fotografia os primeiros registros de várias espécies de aves e outros animais para o arquipélago. Como monitor cadastrado pelo PEIb guia voluntariamente iniciantes da observações de aves para que conheçam e surpreendam-se com Ilhabela.

Taluane Torres

Formada em Pedagogia e doutora em educação pela UNESP. Atualmente é professora da rede municipal de Ilhabela e pós-doutoranda em educação pela USP. Organizadora do livro “Pequeno Guia de aves de Ilhabela”, escrito e ilustrado pelos alunos e alunas da Escola Municipal Prof. José Benedito de Moraes.  

Fabrício Yanes

Formado em Marketing pela Universidade Metropolitana de Santos(Unimes) e graduado em Turismo pela APC em Sydney naAustrália - guia de observação de aves e natureza  monitor ambiental do Parque Estadual e membro atuante do Coa Ilhabela  Aprendeu com seu Avô nascido em Ilhabela a observar Aves e toda biodiversidade da natureza. Um dos pioneiros, ao lado de Marcelo Dutra, no desenvolvimento e fomento da atividade de observação de aves no arquipélago e região.

Aline Alegria

Aline é bióloga e cuida do Ninho da Cambacica Birdwatching, projeto que surgiu do sonho de dois biólogos de viver em um lugar onde pudessem presenciar constantemente os eventos naturais de um ambiente preservado. Longe da intensa interferência humana, a natureza ocorre de forma espontânea e inspiradora, resiste e floresce, abriga e alimenta. 

Jovani Monteiro

Biólogo, formado pela Universidade Federal Fluminense. Trabalha com restauração florestal e levantamentos florístico e fitossociológico. Além disso, trabalha com levantamentos de fauna, com ênfase na avifauna. É Diretor Presidente da ONG Instituto Serra do Tangará e gestor da Reserva Ecológica Serra do Tangará, em Piraí-RJ, onde desenvolve pesquisas sobre redes de interação entre aves frugívoras e plantas no bioma Mata Atlântica.

Tietta Pivatto

Bióloga, Mestre em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional, Especialista em Ecologia e Ecoturismo, Guia Naturalista, Instrutora e Consultora em Turismo de Observação de Aves, autora de contos e guias de identificação, administradora da Loja dos Passarinhos, observadora de aves nas horas vagas.

Patrick Pina

Biólogo, Bacharel em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2007) é Ornitólogo especializado em Manejo e Conservação de Fauna Silvestre pela Universidade de Santo Amaro/SP (2013). Trabalhou em diversos projetos de pesquisa e monitoramento de aves em todos os biomas brasileiros e em ambientes específicos na América Latina. Sua principal área de interesse é a História Natural de aves neotropicais.

Kelen Luciana Leite

Bióloga, possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo(2005) e mestrado-profissionalizante em Ecologia Aplicada - Biodiversidade em Un. Conserva pelo Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro(2014). Trabalha a 13 anos com planejamento e gestão de unidades de conservação no Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade - ICMBio. Entusiasta do manejo adaptativo busca inovação e novas ferramentas para a conservação das áreas marinhas protegidas, de maneira integrada com o contexto e demandas locais para esses espaços especialmente protegidos. Trabalha desde 2010 em alcatrazes, participou da elaboração da proposta de criação do Parque Nacional Marinho que culminou com a criação do Refúgio de Alcatrazes, elaboração de plano de manejo, do plano de uso público e da implementação da visitação pública na unidade em 2018. A visitação desde então tem sido monitorada e ajustada para melhorias nas atividades e implementação de novas atividades.

Fabiana Supino - Sebrae

Analista de Negócios do Sebrae-SP, Gestora Educação Empreendedora do Vale do Paraíba, Facilitadora de cursos, oficinas e palestras sobre empreendedorismo e gestão de negócios para empresários e instituições de ensino. 

MBA em Bens culturais, Pós Graduada em Gestão de Iniciativas Sociais e Planejamento e Marketing Turístico, Graduada em Comunicação Social.

Matheus Souza

Jovem Observador, iniciou na atividade aos 8 anos de idade. Hoje com 11 anos é um fotógrafo de natureza e observador de aves cadastrado pelo PEIb, já tendo registrado 8 novas espécies para o município. Com ajuda do seu pai, o guia Sidney Lima e outros amigos, já fotografou mais de 70% das aves de Ilhabela. Muito generoso, doa suas imagens ações de educação ambiental.

Pedro Souza

Aos 7 anos, Pedrinho é o observador de aves mais jovem de Ihabela. Sempre insistiu para acompanhar o irmão mais velho, Matheus Souza e o pai, o guia Sidney Lima nas passarinhadas. Esse ano ganhou uma máquina fotográfica de uma amiga incentivadora e agora não perde uma chance de fotografar aves. Seu sonho é registrar uma ave ainda não vista em Ilhabela.

Marcos Cará

Administrador de Empresas e Turismólogo, gerencia com sua esposa a MAREMAR TUR, o maior receptivo de turismo em Ilhabela e e a maior frota de passageiros do Litoral Norte, no mercado há 30 anos. Como amante do Ecoturismo, orgulha-se em operar um turismo responsável, focado na satisfação gerada pela experiência e pela vivência dos clientes. Como ex-piloto de aeromodelismo e hoje droneiro, diverte-se criando um acervo imagens aéreas do Arquipélago.

Denise Carmen

Denise Carmen dos Santos Longo é Cientista Social, especializada em Marketing e Licenciada em Letras Português/Inglês. Professora efetiva de Língua Inglesa na rede Municipal de Educação de Ilhabela, atua desde 2017 na comunidade da Armação, no ensino Infantil, Fundamental 1 e Fundamental 2.

Silvana Davino

Silvana Davino  Formou-se em moda e em ciências biológicas, desde 2012 é gestora da Área de soltura monitorada de fauna silvestre Cambaquara, onde é a responsável técnica. É conselheira do Conselho Municipal do Meio Ambiente de Ilhabela e também do Parque Estadual de Ilhabela (Peib).

Daniella Marcondes

Doutoranda em Mudança Social e Participação Política e Mestre em Desenvolvimento do Turismo, bacharelado em Turismo, Anthropology, Development and Tourism (2006) na University of London e o PG Certificate in Brazilian and Portuguese Studies (2008) no King’s College London. Responsável pela autoria de inúmeros projetos com interface na Unidade de Conservação e territórios e comunidades tradicionais.

Gustavo Luis

Comandante e empresário da embarcação Capitão Ximango, é pioneiro em expedições pelágicas no litoral Norte

Nelson de Sant'Anna Filho

Nascido e crescido em Ilhabela, Nelson é Condutor certificado e guia de observação de aves, desenvolve um criativo trabalho em artesanato, ligado às belezas de Ilhabela além de dedicar-se a fotografia de aves e natureza

Polyana O. Sant'anna

Desde muito cedo Polyana revelou sua aptidão pela natureza, a fotografia foi uma expressão importante além do artesanato. A preocupação com a conservação surge como manifestação natural na confecção de placas educativas conscientizando para a educação e meio ambiente. 

Daniel Cywinski

Especialista e Mestre em Educação Ambiental pela Universidade de São Paulo, atua como gestor de organizações e projetos sociais e ambientais há 25 anos. Coordena o Projeto Festival Aves de Paraty, é palestrante, fotógrafo, escritor, editor de guias de aves.
Atua como consultor em estratégias de políticas públicas e privadas para o desenvolvimento do setor da observação de aves, turismo e educação para observação de aves no Brasil.

Maristela Benites

Possui graduação em Ciências Biológicas Licenciatura Plena e Bacharelado pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2000) e mestrado em Ecologia e Conservação pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2002). Atualmente é pesquisadora e educadora ambiental no Instituto Mamede de Pesquisa Ambiental e Ecoturismo e consultora na Agência de desenvolvimento do turismo, cultura e economia criativa - ADETUC, do estado de Tocantins. Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em Ecologia de Aves, atuando também nos seguintes temas: Cerrado, Pantanal, educação ambiental, biodiversidade, birdwatching e ecoturismo.

Lucas Ramiro

Caiçara, Acadêmico em Ciências Biológicas, atuou em áreas da biologia e conservação. Atualmente se dedica a fotografia, conhecimento e ecoturismo na Mata Atlântica e para desenvolver essas atividades fundou a Pulsatrips - Trocadilho com a espécie Pulsatrix koeniswaldiana - empresa dedicada a biodiversidade.
O Clube de Observadores de aves de Ubatuba nasce junto com a amizade entre observadores e naturalistas caiçaras
que tem por interesse discutir a distribuição, ocorrência e preservação das aves, em especial no município de Ubatuba e arredores, Honrando o contexto histórico da cidade para a prática.

Chico Menoret

Nascido e criado em Paraty, gosta de estar em contato com a natureza. Fez disso o seu trabalho. É guia de Turismo desde 2012. Conhecedor dos lugares mais encantadores, ele tem o orgulho de mostrar pra quem queira. Em 2015, com amigos, iniciou a catalogação das espécies de ocorrência na região.

Mar Franz

Mar Franz  Fotografo, educador ambiental, representante comunitário da Vila da Mata, ativista em luta por justiça climática

apoio

Curadoria  - Organização e Produção